O que fazer em um fim de semana em Barcelona

Por Room5 Brasil,

Barcelona apresenta uma atmosfera única de cidade grande que preserva raízes tradicionais. É impossível não ficar apaixonado pelas suas ruelas, de Raval a Born, por suas largas avenidas e pelo seu jeito vanguardista. Um fim de semana talvez seja um pouco apertado para apreciar todas as maravilhas da cidade, mas, não se preocupe. Encontramos um meio de fazer caber os pontos principais de Barcelona em um roteiro compacto de três dias com dicas sobre aonde ir, o que ver e onde comer. Preparado?

>>> Descubra quando é barato visitar Barcelona e outras cidades da Europa
>>>  Conheça os poshtels: hostels que aliam luxo com bom preço

Sexta-feira

Hora de fazer check-in no hotel: você provavelmente vai contar as horas até chegar o momento de conhecer a cidade catalã. O primeiro passo vai ser encontrar o seu hotel antes de partir para os passeios. Para facilitar o seu planejamento e assegurar que ficará em um ótimo local na cidade, selecionamos algumas opções de hotéis:

Casa Gràcia

casa gracia hostel barccelona o que fazer em um fim de semana em barcelona
Se o orçamento da sua viagem estiver um pouco apertado, esta é a melhor alternativa para economizar com estilo e conforto. O Casa Gràcia é um casarão com seis andares localizado em uma das áreas mais elegantes de Barcelona. Lá, existem dois dormitórios compartilhados para até seis pessoas – homens e mulheres. Excelente para dividir com os amigos! À noite, acontecem shows de flamenco, leituras de poesias e exibição de filmes na sala de jantar.

Veja ofertas!

Primavera Hostel

primavera hostel o que fazer em um fim de semana em barcelona
O Primavera Hostel fica a apenas oito minutos a pé da Sagrada Família, uma das principais atrações de Barcelona. O local é moderno, tem uma ótima iluminação e uma decoração simples e aconchegante. As acomodações contam com quartos para grupos de até seis pessoas e quartos privados com varanda. Nas áreas comuns, você vai encontrar uma cozinha, sala de estar com sofás e um canto reservado para leitura.

Veja ofertas!

Generator Hostel
generator hostel em barcelona o que fazer em um fim de semana em barcelona

O Hostel Generator, famosa rede de hostels na Europa, tem um ambiente descontraído e uma ótima localização, no bairro Gràcia. A escolha dos quartos fica a seu critério: se quiser conhecer gente nova ou ficar com os amigos, só pegar um dos quartos compartilhados. Para casais, o hostel tem quartos duplos com banheiro. A sala com TV, computadores e jogos é o ponto de encontro.

Veja ofertas!

U232
u232 hotel em barcelona o que fazer em um fim de semana em barcelona

O U232 está localizado em um ponto estratégico para quem quer ficar perto das principais atrações de Barcelona: ao lado da Avenida Diagonal e do Passeig de Gràcia. A decoração combina elementos clássicos e móveis com design moderno.

Veja ofertas!

Yurbban Trafalgar

yurbban hotel em barcelona o que fazer em um fim de semana em barcelona

No Yurbban Trafalgar, cada detalhe é pensado para proporcionar uma estadia relaxante ao hóspede. Os quartos têm design moderno e os visitantes têm serviços de aluguel de bicicleta e academia à disposição durante a estadia. No final do dia, vale a pena fazer uma visita à piscina na cobertura do prédio ou os banhos árabes, que antigamente eram poços do sistema de água que serviam para abastecer o mercado de Born.

 

Veja ofertas!

 

H10 Casanova

h10-casanova hotel em barcelona o que fazer em um fim de semana em barcelona

Localizado a poucos metros da Plaça de Catalunya, o H10 Casanova está alojado em um edifício restaurado do século XVIII. Se o seu desejo for tomar um drink vendo o pôr do sol, então, é só subir ao 8° andar do prédio. Ou se tudo o que você mais quer é uma boa massagem, também é possível. O H10 tem o Despacio Spa Centre, que oferece massagens e tratamentos.

 

Veja ofertas!

 

O que ver em Barcelona

bcn-collage-gracia o que fazer em um fim de semana em barcelona
20h
Sexta à noite, você acabou de chegar e quer sentir um pouco de Barcelona. É o momento ideal para ir ao bairro Gràcia, um dos símbolos da cidade, que antes era uma vila independente e mantém características muito únicas.

Gràcia é a expressão da boemia em Barcelona e tem muitas opções de entretenimento. Suas ruas e praças são os pontos de encontro na cidade, principalmente a Plaça del Sol e a praça do relógio (Plaza Rius i Taulet) ou Virreina. Nossa sugestão é que você circule um pouco pelo bairro para admirar a arquitetura art nouveau e que inicie o final de semana brindando em um dos bares ou cafés da área.

O restaurante Origens serve comida típica da Catalunha

O restaurante Origens serve comida típica da Catalunha

21h Você chegou até aqui e ainda não comeu nada? Pois é, os espanhóis costumam jantar tarde, mas vamos dar um jeito nisso agora! No próprio bairro Gràcia, você pode fazer uma parada no La llavor dels Orígens (Ramon i Cajal, 12), para comer no melhor estilo catalão.

 

O que fazer em Barcelona à noite? Ir ao teatro!

antiteatre o que fazer em barccelona a noite

o interior do teatro Antic em Barcelona

Barcelona é uma cidade de muita vida noturna. No bairro do Born, por exemplo, você poderá ir ao Antic Teatre (Verdaguer i Callís, 12), instalado em um antigo palácio do século XVIII. Neste espaço, acontecem espetáculos teatrais experimentais no jardim, onde é possível assistir a tudo acompanhado de um drink. Mas se você quiser dançar e ouvir uma boa música ao vivo, então siga até o Mediterráneo (Balmes, 129) ou ao El Pipiolo (Balmes, 113), onde poderá até participar de uma jam session.

 

Sábado 

O fim de semana apenas começou em Barcelona e você não quer perder muito tempo. Mas, vá com calma e prepare-se para dar mais um passeio por lugares incríveis da cidade. Escolha um sapato confortável, leve os óculos de sol e o bom humor. É tudo o que vai precisar!

 

Passeig de Gràcia

modernismo em barcelona

10h. Começamos por uma das artérias mais importantes da cidade, o Passeig de Gràcia, único pela sua arquitetura modernista e muitas lojas. O bairro está conectado ao coração da cidade pela Plaça de Catalunya e um passeio por esta área é obrigatório no seu roteiro. No seu caminho, você vai encontrar prédios modernistas de extremo importância arquitetônica, como o La Pedrera (entrada custa 20,5€) e a Casa Batlló (entrada 21,5€), ambas obras de Gaudí. Nesta mesma rua, também está a Casa Amatller (entrada 15€), do arquiteto Josep Puig i Cadafalch. Se você tiver planejado fazer umas comprinhas, vai ficar completamente distraído com as lojas de marcas famosas que tem por ali. Por fim, ainda poderá ver o Palau de la Música Catalana e sua bela fachada modernista.

 

Barrio Gótico

Barrio-gotico-de-Barcelona

Las Ramblas é o ponto de partida para enfrentar o labirinto de ruas do Bairro Gótico. Aqui você poderá caminhar entre praças de igrejas, palácios e edifícios que pertencem ao governo da cidade. Você também poderá visitar Santa María del Mar, a basílica gótica onde Ildefonso Falcones buscou inspiração para escrever o livro La Catedral Del Mar. Estas são apenas algumas das atrações desta área misteriosa de Barcelona, ​​porém, a maior jóia arquitetônica do bairro é a a catedral gótica.

catedral de barcelona ---v flickr

Foto: –v, Flickr CC BY-ND 2.0

Também não é má ideia visitar um museu na parte da manhã. Se você se interessa pela obra de Pablo Picasso, cinco palácios dos séculos XIII e XIV constituem o Museu Picasso (Montcada 15-23; entrada a partir de 14 €), que abriga uma das maiores coleções permanentes do trabalho do pintor de Málaga. Você também pode visitar, nesta parte da cidade, o Museu da História de Barcelona (Plaça del Rei, entrada 7 €) e irá entender melhor tudo o que viu até agora.

 

Os sabores de Barcelona

boqueria

Foto: Ilaria

Barcelona tem um dos melhores mercados da Europa, o Mercado de la Boqueria (La Rambla, 91), onde um universo de cores e sabores estão concentrados. Lá, você vai encontrar todos os tipos de produtos, de peixes a frutas e especialidades típicas, como as salsichas catalães. Este mercado está neste endereço desde o início do século XVIII e é conhecido em toda a cidade.

Depois da longa caminhada, você certamente vai querer descansar em um lugar calmo. O restaurante La Filmoteca de Catalunya, La Monroe (Plaça Salvador Dalí, 1), tem uma decoração moderna e oferece um menu variado de cozinha internacional. Se quiser comer uma refeição mais sofisticada, poderá ir ao restaurante Els 4 Gats (Montsió, 3), que foi inaugurado em 1897 e tornou-se o ponto de encontro de artistas e intelectuais da época, como Picasso, Albéniz ou Gaudi. Se o tempo estiver bom, o restaurante Ocaña (Plaça Reial, 13-15) oferece a possibilidade de comer no terraço ao ar livre. Os pratos são inspirados na cozinha catalã, com toques das culinárias asiática e marroquina.

 

Tarde dos museus

museu de arte contemporanea de barcelona Matt Clark flickr

Foto: Matt Clark, Flickr (CC BY 2.0)


No coração do renovado bairro de Raval você vai encontrar, a Plaça dels Àngels, uma referência mundial para skatistas. Ela fica em frente ao edifício MACBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona – entrada 9 €) , um museu que abriga uma grande coleção de obras da segunda metade do século XX. Outro ponto essencial para entender a história urbana da cidade é o CCCB (Centro de Cultura Contemporânea , Montalegre, 5 – 6 € e entrada gratuita domingo). Se você é um amante de cinema, veja a programação da Filmoteca da Catalunha (Plaça Salvador Seguí, 1).

 

A hora do jantar

collage-rosa-del-raval-1

Se você gosta de cozinha exótica, La Rosa del Raval (Àngels , 6) é um dos melhores mexicanos da cidade, onde você pode saborear deliciosas quesadillas e tacos. Se você está procurando um jantar mais exclusivo, vá ao restaurante Les Quinze Nits (Plaça Reial, 6). O menu apresenta uma grande variedade de pratos da culinária mediterrânea. Comece a noite com uma boa bebida no pátio El Bosc de les Fades (Passatge Banca, 7), um local decorado com fadas. Os amantes da boa música não podem perder os shows ao vivo da Sala Apolo (Nou de Rambla, 113) ou Razzmatazz (Pamplona, ​​88).

 

Domingo

Você ainda tem algumas horas para aproveitar o seu fim de semana em Barcelona. Antes de seguir em frente na sua viagem, ainda tem muita coisa para fazer na cidade.

 

Rota modernista

Spain_Barcelona_Sagrada-Familia_Fotolia-1600x1600-1

Foto: Fotolia

10h. A manhã começa com os clássicos que Antoni Gaudí deixou em muitos cantos da cidade. Às 8h da manha, o Parc Güell (estação de metro: Vallcarca) já está aberto. Neste local, o arquiteto demonstra claramente a influência de elementos naturais na sua obra. A entrada custa 7 euros e é limitada a 400 visitantes a cada 30min. Por isso, vale a pena comprar sua entrada para o Parc Güell pela internet se você estiver indo a Barcelona na alta temporada. Obviamente, não podemos esquecer a impressionante Sagrada Família (aberta de 9 a 19h, entrada 15 €), uma obra ainda incompleta também de Gaudí. Para evitar filas enormes, também recomendamos comprar seu ingresso antes pela internet, assim você aproveita o que a cidade tem de melhor sem perder tempo.

>>> Quer se hospedar com vista para a Sagrada Família ou outros monumentos da Europa?

Hospital de Santa Creu i Sant Pau barcelona foto Gregg Tavares flickr

Hospital de Santa Creu i Sant Pau. Foto: Gregg Tavares , Flickr CC BY 2.0

12h. Seguimos a rota modernista visitando uma das mais importantes obras do arquiteto Lluís Domènech i Montaner, os fundamentos do Hospital de Santa Creu i Sant Pau (entrada 8 €), no bairro de Guinardó. Atualmente, instituições de origem relacionadas com a sustentabilidade, cultura, saúde e educação estão no prédio é um ponto essencial para ser visitado por conta das suas fachadas externas e bem cuidadas nos mínimos detalhes. Além disso, é o maior edifício modernista da Europa.

 

Parc de la Ciutadella barcelona espanha foto Mark_M flickr

Parc de la Ciutadella. Foto: Mark_M, Flickr CC BY 2.0

13h. De volta ao nível do mar, o Parc de la Ciutadella, fica em uma antiga cidadela militar construída no início do século XVIII e oferece um ponto de calmaria para a rota cansativa de sobe e desce. Uma parada no lago com o chafariz e foto no Arco do Triunfo, antiga entrada para o recinto da Expo Universal de 1888, são obrigatórias. Além disso os dois pontos, ficam tão perto de La Barceloneta que escapar alguns minutos para apreciar este charmoso bairro ou dar um refrescante mergulho no mar é uma ideia bem boa.

barceloneta foto flickr silvia sommadossi

Barceloneta. Foto: Silvia Sommadossi, Flickr (CC BY-SA 2.0)


Para a hora da fome

Can Paixano barcelona

O restaurante Can Paixano


14h.
É hora de uma parada para um aperitivo. Vá ao icônico Can Paixano (Reina Cristina, 7) para experimentar as suas salsichas famosas e, claro, qualquer um dos seus espumantes. Se a sua fome estiver um pouco maior, passe na Tasca i Vins (Industria, 118), onde você vai se deliciar com pratos feitos com ingredientes fresquinhos. Não se esqueça de parar no Sirvent (Parlament, 56) para provar o delicioso nougat caseiro ou a orchata (bebida típica da Espanha feita com água, açúcar e os tubérculos da junça).

 

Para ver Barcelona do alto

pueblo espanol turol jones flickr

Pueblo español. Foto: Turol Jones, Flickr (CC BY-SA 2.0)

17h. Para ir encaminhando a visita para o fim, você pode tomar o teleférico para o castelo-museu de Montjuïc (entrada 4 €) e admirar a partir do topo de uma bela vista de Barcelona. Lá você pode visitar o MNAC (Museu Nacional d’Art de Catalunya, a entrada de 12 €) que o levará algumas horas, ou Pueblo Español (entrada de 12 €), um museu ao ar livre original que reúne exemplos de edifícios típicos de diferentes regiões da Espanha com reproduções de edifícios reais encontrados em toda a península.

 

 

Uma despedida mágica

fonte de Montjuïc barcelona foto flickr Alexander Baxevanis

Fonte de Montjuïc. Foto: Alexander Baxevanis, Flickr (CC BY 2.0).

 

20h30. Para se despedir da cidade em grande estilo, vá ver um dos melhores shows de água, na Fonte Mágica de Montjuic (Plaça de Carles Buigas, 1). É uma enorme fonte na frente da fachada do Palau Nacional e é um show de música, água e cores que você não pode perder. O horário de funcionamento no inverno é de sexta a sábado das 19h às 21h e, no verão, de quinta a domingo das 21h às 23h30 e atração é completamente gratuita.