Guia completo de Ilhabela: aonde ir, onde comer e onde ficar

Por Bruna Amaral,

Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, oferece praias, cachoeiras e montanhas em um lugar só. Além disso, a cidade ainda tem o charme de uma cidade pequena, mas com toda infraestrutura. Tudo isso faz de Ilhabela o destino mais procurado do Litoral Norte por turistas brasileiros e estrangeiros. Ilhabela encanta a todos com suas 42 praias paradisíacas e é uma das maiores reservas de Mata Atlântica do planeta, a cidade possui 83% de área preservada pelo Parque Estadual de Ilhabela, que é considerado Patrimônio Natural e Reserva da Biosfera pela UNESCO.

Ponta do Pequea em Ilhabela

Ponta do Pequeá. Foto: Ronald Izoldi.

Fora isso, Ilhabela ainda oferece confortáveis hotéis e aconchegantes pousadas por todos os cantos da ilha para receber os visitantes dos mais variados perfis. Para o almoço, café e jantar, também não faltam opções entre os restaurantes e cafés próximos à Vila, badalado centro histórico que também é repleto de lojas de roupas, acessórios e artesanatos. A noite também tem diversos atrativos, incluindo bares com mesas na calçada e casas com música ao vivo ou animadas pelos DJs. Confira nosso guia com tudo de melhor que Ilhabela oferece para você:


Qual a melhor época para ir a Ilhabela

Veleiros na Ponta das Canas Ilhabela

Foto: Fernando Tomanik

O clima da região é o tropical litorâneo úmido. O que significa que é predominantemente quente e úmido e que a temperatura média anual fica por volta dos 24,8°C. Fevereiro é geralmente o mês mais quente, com temperatura média de 28,2°C. Julho é o mais frio, quando a média fica na casa dos 20,7°C. A maior concentração de chuvas tende a ser nos meses de verão, que também é quando a ilha fica mais cheia de turistas (especialmente para o Réveillon e Carnaval).

Os dias de outono podem proporcionar belas vistas com sol e céu azul, além de mais tranquilidade e preços mais atrativos para quem busca descanso à beira mar. Durante a baixa temporada, Ilhabela recebe diversos eventos. Entre eles, destacam-se o Ilhabela in Jazz, em outubro, o Festival do Camarão, em agosto, e a Semana Internacional de Vela, em julho.


Onde ficar em Ilhabela

Para completar a experiência daqueles que visitam a ilha, a cidade conta com mais de 7 mil leitos que vão do rústico ao alto padrão. Veja a seguir duas dicas de hospedagem em Ilhabela, uma mais elegante, outra mais barata:

Ver hotéis

Kalango Hotel Boutique

Kalango Holel Ilhabela

O Kalango Hotel Boutique fica ao lado do Parque Estadual de Ilhabela. Assim, você desfruta do contato direto com a natureza, sem abrir mão do conforto e comodidade. A localização privilegiada permite fácil acesso ao centro comercial (Perequê), ao centro histórico (Vila) e às praias e cachoeiras da ilha. Longe da agitação, mas perto de tudo, é perfeito para quem quer relaxar e recarregar as energias. O hotel também é engajado com as práticas sustentáveis: aqui se faz captação de água da chuva, uso de energia solar, deck 100% ecológico e 80% de sua área é preservada. Além disso, o hotel ainda conta com piscina adulto e infantil, hidromassagem, bar na piscina, ar condicionado, enxoval 400 fios, cortina de blackout, amenities Alexandre Herchcovitch e opção de suítes com Jacuzzi na varanda.

Ver preços

Hostel Central Ilhabela

Quer ficar com os amigos ou a família bem pertinho da praia? O Hostel Central ilhabela fica só a 20 metros da praia e bem próximo de tudo o que você precisa. Todos os quartos são suítes (têm banheiro privativo) e atendem um padrão internacional de hospedagem. Há também quartos privativos para casais e famílias. Outra vantagem do hostel é ter à disposição a própria operadora de passeios para desfrutar da ilha sem precisar procurar muito. Além disso, o staff do hostel está sempre pronto para dar as melhores dicas especiais de como chegar aos melhores lugares e da melhor forma.

Ver preços

Atrações culturais

Os locais chamam o centro histórico de Ilhabela de “Vila”. A área está cheia de restaurantes, bares, lojas e cafés. É o ponto de encontro de jovens, durante a noite, e de famílias para tomar um sorvete, durante a tarde. Aproveite para conhecer a igreja de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso, padroeira da cidade, que foi construída em pedra, conchas e óleo de baleia pelos escravos, entre 1697 a 1718.

Igreja Matris de Ilhabela

Foto: Fernando Tomanik

Na “Vila”, é também onde fica a sede da Secretaria Municipal de Cultura, espaço onde estão expostas obras de arte de artistas plásticos locais e exposições itinerantes. Outro ponto imperdível para os amantes da história é o Museu Náutico, onde está um grande acervo de peças que contam a história dos naufrágios – Ilhabela concentra um dos maiores números de naufrágios do Brasil – e uma rica mostra arqueológica.


Atrações naturais

Com uma orla de aproximadamente 130 km de extensão e 42 praias, Ilhabela possui uma das mais interessantes e acidentadas paisagens da região costeira brasileira, com altos picos e trilhas perfeitas para os amantes do ecoturismo. Para compor o cenário, são 365 cachoeiras registradas (uma para cada dia do ano!), com cerca de 30 que podem ser aproveitadas para banho.

Barcos em Ilhabela

Foto: Fernando Tomanik

Praias de Ilhabela

Cercada pelo mar, Ilhabela tem praias para todos os gostos. Das mais tranquilas para ir com a família e crianças, até as mais estruturadas com quiosques e “dayclubs” de luxo. Tem também as mais badaladas para curtir com a galera e até mesmo as mais isoladas onde só se chega de barco ou trilhas a pé, habitadas e preservadas por pequenas comunidades caiçaras. Destacamos algumas com características diferentes:

Praia do Jabaquara

lugares perto de sao paulo fim de semana ilhabela

Foto: Ronald Izoldi

Esta é uma das mais belas e preservadas praias de Ilhabela, é a última com acesso para carro ao norte da ilha. São 361 metros de areia com dois riachos, casas caiçaras, mata e muitos pássaros. O mar tem águas cristalinas com tons turquesa. Para aproveitar ainda mais o passeio, é possível ir de escuna que parte do Perequê.

Praia da Armação

A praia abriga uma charmosa igrejinha – a Capela Imaculada Conceição-, além de barcos de pescadores. É um point de wind e kitesurfistas, aqui que fica a sede da Associação de Windsurf de Ilhabela, onde há um barzinho, banheiros e chuveiros. Há também uma escola de esportes náuticos, para quem quer se aventurar na combinação de mar e vento. Fica na parte norte da Ilha e é a última praia da região com estrada de asfalto.

Praia de Castelhanos

Para chegar aqui, só com uma 4×4 ou barco. O acesso é feito por uma estrada de 22 km que corta a Ilha no sentido Oeste a Leste pela Mata Atlântica do Parque Estadual de Ilhabela. A praia tem cerca de 1.500 m de extensão e mar aberto com ondas ótimas para surfar. Diversas agências de turismo oferecem passeios para o local.

Praia do Sino

Praia do Sino em Ilhabela

Praia do Sino. Foto: Fernando Tomanik

A praia que ilustra o início deste artigo é um ótimo lugar para ir com a família e crianças, pois tem boa estrutura com quiosques e mar calmo. O nome da praia originalmente é Praia de Garapocaia, mas ficou conhecida como “Praia da Pedra do Sino”, pois abriga lendas que justificam seu nome. Quando suas pedras são batidas, emitem o som metálico de um sino. A lenda pode ser testada pelos turistas, que acessam as pedras por uma passarela. Fica no Norte da ilha, entre a Praia da Siriúba e a Praia do Pinto.

Praia do Bonete

Praia do Bonete em Ilhabela
Foi eleita pelo jornal britânico “The Guardian” como uma das 10 mais belas praias do Brasil. A praia do Bonete é a queridinha dos aventureiros por ainda ser bastante selvagem. Para chegar, só fazendo a trilha a pé que pode levar de três a seis horas. Quem não tem muita disposição para caminhar também pode ir de barco. A praia tem areias claras e mar agitado próprio para surf e é habitada pela maior comunidade tradicional caiçara do município. Sua orla é rodeada de árvores chapéu-de-Sol. Além disso, por lá, o turista também pode fazer trilhas, desvendar cachoeiras, comer peixe frito na beira da praia ou apenas curtir o final de tarde e alguns momentos desconectado.

Cachoeiras e Ilhas

Além de belas praias, Ilhabela ainda oferece ilhas e cachoeiras para visitação dos turistas. Só quedas d’água são 365 registradas, delas, cerca  de 30 podem ser aproveitadas para banho. Selecionamos duas cachoeiras e uma ilha para você conhecer. Confira:

Cachoeira do Gato

Cachoeira da Laje. Foto: Fernando Tomanik

Com uma queda de 40 metros de altura, a Cachoeira do Gato pode ser acessada por uma trilha pelo Parque Estadual de Ilhabela, no lado Leste da ilha (próxima à Baia de Castelhanos). O percurso da trilha é de quatro quilômetros e leva aproximadamente 1h30 para ser percorrido. O visitante começa a trilha no canto do ribeirão da Praia de Castelhanos. A trilha é classificada como nível médio de dificuldade.

Cachoeiras da Trilha da Água Branca

Também no Parque Estadual, os cinco poços formados pelas corredeiras do Ribeirão da Água Branca são os principais atrativos da Trilha da Água Branca. Além das piscinas naturais e quedas para uma massagem relaxante, também é um ótimo lugar para observar e fotografar aves. O início da trilha fica ao lado da guarita da entrada do Parque Estadual de Ilhabela (sentido Castelhanos).

Ilha das Cabras

Foto: Fernando Tomanik

A Ilha das Cabras fica logo na frente da Praia das Pedras Miúdas em território do Santuário Ecológico Submarino, protegido por lei. Nestas águas, é possível encontrar as mais variadas espécies de peixes ornamentais e outros animais marinhos, como tartarugas, estrelas-do-mar e, se tiver sorte, até cavalos-marinhos. Não é para menos que é a favorita dos mergulhadores amadores e profissionais.

Trilhas

Com várias praias selvagens e cachoeiras que têm acesso somente por trilha ou de barco (no caso das praias), escolhemos algumas das mais bacanas para fazer durante suas férias em Ilhabela. Confira:

Trilha do Pico do Baepi

Pico do Baepi em Ilhabela

Foto: Fernando Tomanik

A trilha do Baepi está estruturada para levar os visitantes de Ilhabela a uma vista espetacular. Com 7,4 km (ida e volta), ela tem um ponto da caminhada que chega a 1.048 metros de altitude, proporcionando uma visão panorâmica do arquipélago e de toda a Mata Atlântica da região. Durante o percurso de seis horas e com muitas subidas, a trilha exige preparo físico dos visitantes, tornando o nível de dificuldade alto, mas a vista (foto abaixo) compensa todo o esforço.

Trilha da Cachoeira do Veloso

Esta trilha dá acesso a uma bela cachoeira que corre por um paredão rochoso envolto pela mata atlântica. O percurso de ida e volta é de 2,4 Km, durando aproximadamente 1 hora e 20 minutos. A trilha é de baixa dificuldade e também é indicada aos amantes das aves. Seu início fica a 9,5 quilômetros da balsa, após a Praia do Curral.

Trilha do Bonete

Para chegar à Praia do Bonete é necessário fazer uma trilha de aproximadamente 12 km, com quatro a cinco horas de duração que parte da Ponta da Sepituba (sul da ilha) e atravessa o Parque Estadual de Ilhabela. O caminho já é um grande atrativo, permitindo intenso contato com a mata atlântica e sua rica biodiversidade, além de cruzar as cachoeiras da Laje, do Areado e do Saquinho. Outra boa opção para chegar ao Bonete é ir de lancha ou contratar o serviço de moradores locais, que fazem o transporte em canoas.


Onde comer em Ilhabela

Em Ilhabela é possível comer bem e encontrar todo o tipo de restaurante. O grande destaque são pratos com frutos do mar. Veja uma seleção de três restaurantes na cidade.

Barba Frutos do Mar

Restaurante Barba Frutos do Mar em Ilhabela
O Barba Frutos do Mar fica no melhor lugar de Ilhabela: à beira da praia. O restaurante começou a funcionar em 1982, quando dois amigos abriram um pequeno botequim na Praia Grande, Sul de Ilhabela. Com o passar do tempo, a família, que tinha outros negócios na cidade, decidiu comprar o imóvel onde o bar estava instalado e investiu na ampliação da casa, que passou a servir petiscos e porções. Atendendo a solicitações da clientela, o Barba se especializou em frutos do mar selecionados. O cardápio é variado e traz desde porções de camarão, lula, polvo e peixe, com destaque para Lula à Dorê, com lulas frescas da região. Além disso por lá também é possível degustar especialidades como Casquinhas de siri, o prato mix Verão, com camarão rosa, lula e mexilhões, ou a moqueca de peixe. Para completar o menu, a carta de bebidas tem sucos, caipirinhas, cervejas e drinks especiais, como batida de coco. Para quem quer curtir o sol e a praia, o barba oferece excelente infraestrutura, com mesas, guarda sois, espreguiçadeiras e ducha, enquanto os que preferem almoçar ou petiscar em um ambiente mais tranquilo e protegido podem optar pelo deck coberto, com uma bela vista para o mar.

Borrachudo Sanduicheria

Borrachudo sanduicheria em Ilhabela
Em um ambiente familiar com dois andares e com mesas na calçada, a sanduicheria Borrachudo é um dos pontos mais conhecidos de Ilhabela. O restaurante é o local perfeito para curtir boa comida gastronomia com amigos. Com uma grande variedade de hambúrgueres e sanduíches no cardápio, o Borrachudo oferece pratos para todos os gostos: com pão caseiro, integral, pão sírio  e diversos recheios.

Ilha Sul

Restaurante Ilha Sul em Ilhabela
O restaurante Ilha Sul é especialista em frutos do mar e serve porções generosas desde 1989. O estabelecimento aceita todos os cartões de crédito e possui estacionamento para clientes. O  camarão com alho e batatas coradas é um dos pratos mais famosos (e pedidos) do Ilha Sul, na Praia da Feiticeira. Além disso, ainda há diversas opções de pratos com peixes, lulas, ostras e outros frutos do mar.


Este guia foi elaborado em parceria com a Secretaria de Turismo de Ilha Bela e com o Portal Ilhabela. Foto em destaque de Fernando Tomanik.