Explorando o mundo com crianças: dicas para viajar com os pequenos

Por Isadora Alfers,

Ter a chance de conhecer o mundo com crianças é, sem dúvida, uma experiência única. É sempre um momento emocionante, principalmente para pais, avós e tios, quando as crianças fazem novas descobertas. E, por isso, vale muito a pena tentar organizar as viagens da melhor forma possível, para que nada possa atrapalhar os instantes que vocês vão passar juntos.

Para facilitar o planejamento das férias com as crianças, mães que viajaram o mundo com os filhos compartilham os melhores segredos e dicas que vão ajudar na sua próxima viagem e vão despertar o interesse das crianças pelo mundo.

Torne as viagens em família mais divertidas e interessantes

Foto 2

Conhecer o mundo com os próprios olhos é uma experiência enriquecedora tanto para adultos, quanto para crianças. O contato com culturas, natureza e pessoas diferentes pode beneficiar o modo como as crianças vão perceber tudo o que está em volta delas. Mas nem toda criança vai se interessar espontaneamente por um certo destino.

Para Sut-Mie Guibert, mãe de duas meninas e autora do blog Viajando com Pimpolhos, o interesse dos próprios pais por viajar pode influenciar as crianças. Ela acredita que os pais podem incentivar os filhos procurando novidades e escolhendo lugares interessantes para visitar. E também conta que livros podem ajudar a despertar o interesse das crianças por novos destinos: “Geralmente, nós gostamos sempre de acompanhar a viagem com livros infantis para apresentar o destino ou para trazer de lembrança”.

 

Escolha o destino

Criança Praia

Embora o importante sempre seja aproveitar o tempo com a família independente do lugar, existem alguns “ingredientes” que sempre agradam as crianças e que os adultos podem levar em consideração quando estiverem planejando a próxima viagem.

Patrícia Papp, autora do blog Eu viajo com meus filhos e mãe de duas crianças, descobriu que os passeios que envolviam água (piscinas, tobogãs, mar, rio) e animais (zoológico, aquários e áreas com projetos de proteção a animais) sempre deixavam seus filhos contentes.

Além disso, ela alerta os pais sobre os interesses individuais de cada criança: “Se uma criança gosta de música, por exemplo, pode querer visitar algum lugar que esteja relacionado aos seus ídolos.”, afirma Patrícia.

Veja também:

Os lugares mais incríveis para conhecer com as crianças

Na hora da fome

Foto 4

E se o lugar eleito para a viagem for distante e exótico? Já pensou que as crianças podem não se acostumar rapidamente a um novo sabor e prefiram não comer nada?

Claudine Blanco, mãe de um casal e idealizadora do projeto Viajar com Criança tem uma dica infalível para evitar que as crianças passem fome: tenha sempre um biscoito ou chocolate em mãos.

 

Cuidados necessários

Remédios

dicas viagem com criança

Na hora de organizar os detalhes pré-viagem, os pais podem fazer uma lista com tudo que precisam levar. Nessa lista, Sut-Mie aconselha incluir uma “farmacinha” com os medicamentos que as crianças usam normalmente, como remédios para febre, dor de garganta e curativos. Além disso, um seguro saúde é indispensável para qualquer viagem, não importa o destino.

Carrinho

Foto 6

Outra dica de Sut-Mie é levar sempre carrinho tipo guarda-chuva, que abrem e fecham facilmente, para viagens com crianças menores. Assim, quando os pequenos estiverem cansados, podem cochilar no carrinho, que é mais confortável do que ficar nos braços dos pais.

 

Por que voltar aos lugares quando as crianças estiverem mais velhas?

Foto 7

Imagina poder reviver todos os bons momentos de uma viagem? E quantas coisas ainda podem ser exploradas em um destino, mesmo que seja repetido? Para crianças, a diferença entre visitar um lugar, quando são pequenas, e voltar ao mesmo lugar, já um pouco mais velhas, talvez seja mais extrema do que para os adultos. Elas provavelmente vão participar mais das escolhas de atividades e poderão viver novas aventuras:

“Conforme a criança vai crescendo, o olhar dela se transforma e ela passa a curtir coisas que, de repente, não curtiu da última vez que esteve em um determinado lugar”, afirma Claudine.

Para Sut-Mie, que já visitou diferentes destinos naturais com as duas filhas, a viagem, que parece repetida, será completamente nova:

“As crianças estarão em outras fases, mais velhas, podendo mergulhar mais, fazer mais trilhas, passeios mais compridos. São viagens diferentes com novas maneiras de explorar o destino.”

 

Por fim, nunca se esqueça…

father-656734_1280

O maior objetivo de passar férias com a família é ficar junto, relaxar e curtir bastante todos os momentos.

Para incentivar que adultos e crianças viajem juntos, sem correria e sem receios, Patrícia, que tem experiências em viagens nacionais e internacionais com crianças, dá três conselhos:

– Em qualquer lugar do mundo, existem crianças e elas têm as mesmas necessidades dos seus filhos, netos ou sobrinhos. Portanto, é possível ir a qualquer lugar.

– Viajar em família deve ser um momento de prazer, diferente da rotina e da correria do dia a dia. Deve ser um momento em que as conversas não são interrompidas por celulares, em que não há trânsito, nem estresse. Chegue com antecedência aos aeroportos, leve malas leves, não deixe a viagem se tornar um motivo de tensão na família.

– É importante que todos na família tenham o seu momento. Para os pais, pode ser uma loja ou um museu, para uma criança, pode ser um playground em uma praça.

Agora é reunir a família, prestar atenção nas dicas e ir descobrir o mundo!

 

Veja também:

melhores hoteis brasil atividades criancasresorts brasil para todos bolsos